terça-feira, 26 de agosto de 2008

CIÊNCIA MALUCA: Para quem ri em enterros




Se você é uma dessas pessoas que não seguram o riso em momentos sérios como velórios e enterros. Não se preocupe a Ciência Maluca tem uma explicação científica para essa sua mania de não segurar o riso e levar ralho dos outros!!!


Você olha para os lados, respira fundo, tenta se distrair com alguma coisa, pensa em algo muito, muito triste (tipo a pessoa que acabou de morrer). E do nada, alguém te encara e você começa a gargalhar no meio dos parentes do falecido. Mas não é de sacanagem! Muito menos culpa sua! Cientistas descobriram que algumas pessoas apenas têm versões diferentes de um gene que faz com as respostas a uma situação de estresse e ansiedade sejam diferentes. O gene do riso afeta um processo químico que está ligado diretamente à ansiedade. Sinais enviados para o cérebro que controlam certas emoções, como medo e tristeza, ficam enfraquecidos. Ou seja, não é que você não tem medo, ou não está triste e emocionado. Você é um descontrolado mesmo e não adianta lutar contra. O estudo, publicado no Jornal Científico Behavioural Neuroscience, também descobriu que quem não tem esse gene consegue ficar menos estressado e tem menos problemas de pressão.
Informações: Revista Súper Interessante (a melhor do Brasil)
Postar um comentário