quinta-feira, 1 de abril de 2010

Por que o cheiro de algumas pessoas nos atrai e o de outras não?

Revista Galileu

Pode ser pela falta de desodorante em alguns casos. Nos outros casos, provavelmente é por culpa dos nossos genes. Já ouviu falar do Complexo Principal de Histocompatibilidade? Ele é o maior responsável pela formação de nosso sistema imunológico. Tudo que nós somos é resultado do que está nos nossos genes e isso se manifesta nas proteínas. Tudo que você é, sua cor de olho, seu cabelo, a forma como você metaboliza uma feijoada, isso tudo são proteínas, inclusive seu cheiro. “E as proteínas deste Complexo nos concedem uma identidade biológica única. É como se todas as células do seu corpo tivessem essa marca individual e até mesmo seu cheiro carrega estas proteínas, que são uma pista para o outro de seu sistema imunológico”, afirma a geneticista Maria da Graça Bicalho, no Laboratório de Imunogenética da Universidade Federal do Paraná.
Então, às vezes, você nem gosta muito daquela pessoa, mas algo te atrai nela. Isso porque, do ponto de vista evolutivo, seria bacana que os indivíduos com MHC bem diferentes ficassem juntos, já que casais gerariam filhos com um sistema imunológico mais forte. E parece que é bem isso que a natureza faz, através dos cheiros e de outros fatores aos quais reagimos de forma instantânea e inconsciente, sem nem nos darmos conta. E isso pode até explicar porque ficamos perdidamente apaixonados por aquela pessoa que achamos muito chata, mas não conseguimos ficar longe dela.
Postar um comentário