sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

JORNAL DO BRASIL DEMITE 26 NA REDAÇÃO




O Jornal do Brasil demitiu, na última terça-feira (03/02), 26 profissionais da redação, entre fotógrafos, repórteres, diagramadores e tratadores de imagem. As dispensas também atingiram funcionários de outras áreas, mas o número é impreciso. A justificativa apresentada pela direção é a dificuldade que o jornal atravessa em decorrência da crise financeira.

A demissão em massa diminuiu em quase um terço o número de jornalistas da redação contratados em regime de CLT. Na redação, o clima é de intranqüilidade porque correm boatos sobre novas dispensas.

Segundo a direção da empresa, antes da crise o jornal conseguia captar recursos em instituições financeiras dando como garantia receitas futuras. Com o agravamento da situação, o crédito se tornou escasso e houve a necessidade de cortar despesas para que os compromissos pudessem ser honrados.

Apesar da reestruturação, os salários de dezembro atrasaram. Os funcionários contratados pelo regime de CLT receberam entre os dias 11/01 e 12/01. Os contratados como pessoa jurídica receberam nos últimos dias de janeiro.
Postar um comentário