quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Carla Ninos


Eu sempre amei história.. essa sempre foi uma das minhas disciplinas favoritas na época da escola. E as grandes monarquias inglesas e francesas sempre me chamaram muita atenção. As sucessões ao trono, os batidores das cortes, os escandalos, as armações, os assassinatos.. acho fascinante as histórias.
Mas algumas me marcaram mais como a dinastia Tudor, a ascensão e o fim trágico das irmãs Bolena, na Inglaterra.
Na frança a rainha Margot e o epsódio da noite de São Bartolomeu me intrigam. Margarida de Valois, esposa de Henri de Navarre rei da França após Henrique III, filha de Catarina de Médici rainha mãe da França no século XVI, inspirou livros e filmes.
A película mais 'recente' foi rodada em 1994 que me encantou. A atriz francesa, Isabelle Adjani, tem uma interpretação marcante, o que me despertou o interesse em procurar outros trabalhos dela. Aos que interessar possa, fica a minha sugestão de um bom filme.


Sinopse
No século XVI um casamento de conveniência é celebrado com o intuito de manter a paz. A união entre a católica Marguerite de Valois, a rainha Margot (Isabelle Adjani), e o nobre protestante Henri de Navarre (Daniel Auteuil) tinha como meta unir duas tendências religiosas. O objetivo do casamento foi tão político que os noivos não são obrigados a dormirem juntos. As intrigas palacianas vão culminar com a Noite de São Bartolomeu, na qual milhares de protestantes foram mortos. Após isto Margot acaba se envolvendo com um protestante que está sendo perseguido.
Postar um comentário