quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Rússia vai gastar 2 bilhões de dólares para limpar o espaço

Superinteressante
Um projeto ambicioso de limpeza espacial está em andamento na Rússia. Eles vão enviar uma cápsula orbital para mandar cerca de 600 de satélites desativados e outras tranqueiras que a humanidade tem enviado para fora do planeta Terra de volta pra cá.
A cápsula vai, basicamente, ficar rodando ao redor da Terra por dez anos empurrando pra “baixo”(para fora da órbita da Terra em direção à ela) as latas velhas desativadas de mais de 50 anos de corrida espacial. O “Lixeiro Espacial” (ainda não divulgaram seu um nome oficial) é movido à energia nuclear e vai usar uma série de ondas rádio-termais que geram uma rede elétrica (é… físicos russos, por favor, expliquem melhor isso aí) que irá repelir o lixo espacial de volta para o planeta magneticamente.
Limpar a área próxima à Terra é muito importante, pois muitas órbitas estão ficando inacessíveis (ou pelo menos perigosas) para estações espaciais e satélites ativos. Em 2009, uma “chuva” de dejetos de metal causou a colisão entre um satélite ativo estadunidense e um satélite “morto” da Rússia.
Espera-se que esses satélites velhos queimem completamente durante a queda ou – na pior das hipóteses – que caiam no mar. Mas talvez seja melhor começar a olhar para o céu na hora de atravessar a rua a partir de 2023, quando a cápsula deve começar a funcionar.
Postar um comentário