quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Transplante de célula tronco pode ter curado paciente com HIV

Superinteressante

No mês mundial de combate à AIDS, pesquisadores comemoram um avanço: relatório publicado na última semana aponta que o transplante de célula tronco pode ter curado um paciente com HIV.
O nome do agora HIV negativo é Timothy Ray Brown, também conhecido como “paciente de Berlim”. Ele recebeu o transplante em 2007 como parte de um tratamento para a leucemia. O relatório publicado pelos seus médicos no dia 8 de dezembro na revista Blood afirma que os resultados de testes extensivos “sugerem fortemente que a cura da infecção pelo HIV foi alcançada”.
O caso de Brown foi noticiado pela primeira vez em 2008, quando os primeiros testes pós-cirurgia apontaram negativo pra HIV. Desde esse período, o caso do “paciente de Berlim” vem sendo acompanhado. E os testes continuaram dando negativo. O que os médicos divulgaram agora é que o paciente chegou ao quarto ano pós transplante de medula aparentemente livre do HIV. Ou seja: a chance de que ele esteja mesmo curado é muito maior, depois de tanto tempo e de tantos testes.O resultado não significa a prova de uma cura para o vírus, que já dizimou mais de 25 milhões de pessoas e hoje se hospeda no organismo de outros 35 milhões. Mas a notícia abre caminho para a construção de uma cura definitiva para o HIV através de células-tronco geneticamente modificadas. O passo seguinte é testar o método (transplante de medula com célula tronco) em voluntários. E ver se dá certo com mais gente.
Postar um comentário