segunda-feira, 11 de junho de 2012

Memória: Eco-92 completa 20 anos


Globo News

 

Até agora, ela é a maior conferência já realizada pelas Nações Unidas.


Há 20 anos, o Rio de Janeiro foi o palco para um marco no assunto meio ambiente. A Rio-92, também conhecida como Cúpula da Terra ou Eco-92, foi até agora a maior conferência já realizada pelas Nações Unidas. Cento e setenta e dois países se reuniram para discutir problemas ligados à preservação ambiental e ao desenvolvimento sob uma perspectiva global. Eram diferentes etnias e culturas unidas para discutir o futuro do planeta. Cerca de dez mil jornalistas do mundo todo fizeram parte da cobertura do evento no Rio Centro, que também teve atividades paralelas no Aterro do Flamengo, onde acontecia o Fórum Global. A proximidade com a realização de um evento tão importante trouxe para o dia a dia dos cariocas a discussão sobre ecologia e a semente do desenvolvimento sustentável. A Rio-92 conseguiu envolver boa parte da população, visitantes de outras cidades brasileiras e de várias partes do mundo, que garantiram o sucesso e a grande repercussão. Foram assinados vários documentos que influenciam até hoje nas decisões governamentais.
Entre eles está a convenção da biodiversidade, que estabeleceu metas para a preservação da biodiversidade biológica e para a exploração sustentável do patrimônio genético. A Convenção do Clima, que reconheceu que o clima da Terra está mudando rapidamente em função da atividade humana. Outro documento foi a Declaração de Princípios sobre Florestas, que trata do aproveitamento sustentável das matas. Mas o principal documento da Rio-92 foi a Agenda 21, um programa de ações que visa fomentar em escala planetária um novo modelo de desenvolvimento capaz de aliar os padrões de consumo e produção com o objetivo de reduzir as pressões ambientais e atender às necessidades básicas do ser humano.
A Agenda 21 é o documento mais abrangente sobre questões ambientais por tratar de temas como biodiversidade, recursos hídricos, infra-estrutura, problemas de educação, habitação, entre outros.
Em 2002 aconteceu a Conferência de Joanesburgo, na África do Sul, a Cúpula do Desenvolvimento Sustentável, também conhecida como Rio+10. O objetivo da convocação era resolver a implementação das metas de 1992, solucionar o problema dos recursos financeiros para ajudar países em desenvolvimento, a transferência de tecnologias e instrumentos para que os acordos avançassem mais rápido. Mas a conferência fracassou.
Postar um comentário